Atendimento 24 Horas 31 3511-6033 ou 3532-4684   

Notícias

Caso de um Dobermann de 4 anos portador de leishmaniose

Recebemos dia 23 de Maio 2020, um dobermann de 4 anos portador de leishmaniose que estava sendo tratado há vários meses, apresentando hemorragia nasal muito acentuada ocorrida após uma transfusão sanguínea.

Após medicação e acompanhamento o quadro clínico se inverteu e no dia seguinte o cão estava ativo e sem nenhum sintoma que o levou a ser internado.

Dia 26 o animal recebeu alta e continuou o tratamento anterior contra leishmaniose amparado por medicação anti hemorrágica preventiva.

Este caso ilustra bem como a leishmaniose é uma doença multi sistêmica e como mostram as fotos esse cão também teve uma grave uveíte, associada a glaucoma e ceratite o que levou a perda total ou quase total da visão do olho esquerdo.

Como é de conhecimento da maioria das pessoas reiteramos aqui a importância da vacinação contra leishmaniose e o uso permanente de coleira de qualidade comprovada pela eficácia contra a Lutzomyia longipalpis mosquito responsável pela transmissão da doença. Para maiores esclarecimentos nos colocamos a disposição atendendo todo dia 24 horas tanto para socorrer casos urgentes como esse ou para uma simples vacina que evita todas essas consequências.

Está com alguma dúvida?

Se você tiver qualquer dúvida ou sugestão, favor entrar em contato conosco!