Atendimento 24 Horas 31 3511-6033 ou 3532-4684   

Notícias

O gato e o veterinário

Nos dias de hoje existe um grande desafio para os veterinários que estão na relação com os gatos que começam a ser nos últimos tempos os pacientes mais desafiadores da rotina das Clínicas e Hospitais Veterinários. Poucas pessoas conhecem bem o comportamento felino e cabe ao veterinário que trabalha na área de pequenos animais entender muito bem sobre o comportamento felino principalmente na forma como os gatos reagem ao medo e a dor.

A visita de um gato ao atendimento veterinário é o momento em que ele está exposto a estas duas sensações ao mesmo tempo, pois tudo começa quando de repente alguém aparece do nada e tira-o  da sua confortável cama macia e o coloca na famosa e indesejada "caixa de transporte", ali todos as piores sensações de medo e pavor se iniciam quando ele lembra de quantas agulhadas e apertos sofreu alguns minutos ou horas depois de entrar dentro daquela "toca desconfortável de plástico".
Chegando à Clínica vários outros desafios surgem para o paciente felino e estão entre eles os novos cheiros do ambiente, as manipulações feitas pelos veterinários e seus funcionários e o proprietário que também ajuda o veterinário a conte-lo para que sejam retirados sangue, urina e as medicações que precisam ser feitas através de injeções possam acontecer sem riscos para ambas as partes.

Todo esse stress associa as duas piores sensações que são o medo e a dor às visitas nas Clínicas Veterinárias.

Assim sendo o proprietário de felinos através de uma prévia orientação com seu veterinário deve aprender as técnicas corretas para fazer trasporte, a contenção e como deverá devolver aquele gato após a visita ao veterinário ao convívio com outros que ficaram em casa que irão por sua vez descriminar o paciente que volta do Hospital com cheiros e comportamentos diferentes daqueles que tinha antes de sair de casa.

Para que a visita seja uma experiência menos traumática e mais proveitosa do ponto de vista de todos os lados da questão :Gato, Proprietário e Veterinário o conhecimento das corretas práticas de transporte, manejo, contenção e relacionamento devem ser bem trabalhados por meio de informações precisas, atualizadas e voltadas para o bem estar do felino. Por esse motivo em vários países do mundo surgiu o conceito chamado CAT FRIENDLY  que engloba as práticas corretas de manejo felino visando a redução desses dois fatores graves sempre presentes nas visitas desses animais às Clínicas e Hospitais Veterinários.

Um gato que sai de sua casa de forma estressada pelas atitudes do seu dono que é colocado na caixa de transporte poderá ao chegar no atendimento veterinário e lá estando ser submetido há práticas equivocadas de contenção para realização de coletas de sangue por exemplo a ter alterações no momento da coleta dessa amostra que irão dar falsas impressões ao clinico que podem não condizer com a realidade do quadro da doença que gerou a preocupação do proprietário a levar este animal ao atendimento médico. Essas e outras dicas importantes iremos repassar no nosso site semanalmente começando a partir desta primeira publicação.Para você que gosta de felinos e quer saber um pouco mais da importância de um manejo gentil com os felinos tanto por parte do proprietário como do veterinário que o examina iremos abordar as três visões sobre o assunto pela ótica do Gato, pela ótica do seu dono e finalmente pela ótica do médico veterinário. Aguardem as próximas publicações.

Está com alguma dúvida?

Se você tiver qualquer dúvida ou sugestão, favor entrar em contato conosco!